Compressores

Praticamente todos os dentistas utilizam Compressores Odontológicos,mas, por uma série de determinações como a RDC 50/2002, a escolha do equipamento ideal se torna uma missão complexa. Para auxiliar nesta questão de compressores odontológicos, trazemos uma matéria especial sobre o tema.

Confira agora o guia definitivo sobre Compressores Odontológicos. Saiba quais os melhores e qual se adequa a suas necessidades.

Para que serve o compressor odontológico?

Primeiramente, compressores odontológicos tem a função de fornecer ar comprimido para que outros equipamentos, como um sugador, possa funcionar. Estes compressores também podem ser usados em hospitais e indústrias farmacêuticas.

Existem inúmeros modelos de compressores que podem ser usados para esta finalidade. Normalmente são compressores elétricos, sendo a potência e tamanho definidos pelas necessidades do portador.

É importante ressaltar que os compressores odontológicos necessitam de cuidados diferenciados. Um deles é que a atenção deve ser redobrada no quesito local de instalação. Devido ao risco de contaminação, não é adequado deixar estes equipamentos em lugares como banheiros ou próximos a resíduos.

Instalações dentro da sala clínica representam fonte de calor e ruído, por isso, também não é um local recomendado. Ainda sobre esta questão, o compressor odontológico exige tubulação planejada em sua instalação que deve ser feita de maneira central. Isto culmina numa rede de distribuição para os ambientes que necessitarem de ar.

Deve-se evitar compressor com óleo em consultório dentário isto porque o óleo pode causar contaminação durante a compressão do ar no equipamento.

Cuidados necessários com um compressor odontológico

Sobre os cuidados cotidianos, podemos dizer que há algumas boas práticas de uso do Compressor Odontológico.  Durante a manhã, antes do expediente é importante verificar a saída de ar do tanque, ver se ela está aberta.

Outra ação muito interessante é fechar o dreno do tanque e dos filtros corretamente. Verifique o nível do óleo e certifique-se se não  há nenhum vazamento. Para terminar o dia, tenha certeza que você desligou a chave elétrica de seu compressor odontológico e abra tanto o dreno quanto todos os filtros existentes.

Uma dica importante é solicitar a um técnico habilitado que faça a regulagem de pressão de ar. Esta ação deve ser realizada assim que se observar um funcionamento que se difere do padrão do aparelho. Para mais dicas de cuidados com compressores em geral, clique aqui.

 

Não encontramos produtos correspondentes a seleção.