Corrente Microgalvânica

Trata-se de um método invasivo, porém muito superficial que reúne os efeitos de um eletrodo em forma de agulha, associados aos de uma corrente contínua. A ponta da agulha provoca uma lesão traumática na pele (epiderme), ocorrendo ainda uma necrose tecidual em virtude do componente galvânico da corrente contínua.

É uma técnica em que se utilizam microcorrentes variáveis de baixa freqüência, com impulsos de baixa duração e intensidade, com a finalidade de produzir um levantamento dos extratos mais superficiais e prevenir desta forma o envelhecimento cutâneo.

Aqui na Ana Bely você encontra uma grande variedade de produtos para sua clinica, laboratório e hospital de marcas renomadas.

Não encontramos produtos correspondentes a seleção.